Última Atualização do site:  

16/11/2018 17:28:20

Diário Oficial Sala do Empreendedor
ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Educação
Visualizada 304 vezes
APAE E COLÉGIO MIGUEL DIAS ASSINAM CONVÊNIO PARA INVESTIMENTOS EM ESTRUTURA E MODERNIZAÇÃO
Quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018
 
Apae e Colégio Miguel Dias são beneficiadas
 
APAE E COLÉGIO MIGUEL DIAS ASSINAM CONVÊNIO PARA INVESTIMENTOS EM ESTRUTURA E MODERNIZAÇÃO

Na manhã desta quarta-feira (28), o prefeito municipal Gelson Mansur Nassar, assessor jurídico Braitiner Martins, diretor do colégio Miguel Dias Carlos Roque, diretoria da APAE, participaram no palácio Iguaçu com o governador Beto Richa de assinatura de convênios para melhorias da Apae De Joaquim Távora e Colégio Miguel Dias.
Os convênios são no valor de R$100.000,00 (Cem Mil Reais para cada escola).

O governador Beto Richa lançou o programa Escola Conectada, que vai modernizar os sistemas de informática dos colégios da rede estadual. Serão investidos R$ 283 milhões para aquisição de equipamentos e melhorias da rede de Internet das escolas.

Os recursos do Escola Conectada fazem parte do maior pacote de investimentos da história da educação do Paraná. Ao todo, foram destinados aproximadamente R$ 600 milhões para projetos de infraestrutura de escolas e Apaes, além da reforma do Colégio Estadual do Paraná e do aumento de 100% no valor do fundo rotativo repassado às instituições de ensino estaduais.

Durante o evento, que reuniu milhares de pessoas, Richa assinou o contrato do último colégio contemplado pelo Escola 1000, programa que destinou R$ 100 milhões para obras de melhorias em mil instituições da rede estadual.

“É um dia histórico para o Paraná e marcante para a educação pública do nosso Estado”, afirmou Richa. “Um grande anúncio que fecha com chave de ouro o último ano de governo, comprovando na prática o compromisso que assumimos de tratar a educação pública como prioridade absoluta da nossa gestão”, ressaltou.

O governador afirmou que programas como o Escola Conectada melhoram a qualidade do ensino no Estado. “Nunca houve um programa como este no Paraná. Vamos informatizar as escolas da rede pública com laboratórios, notebooks, internet de fibra óptica e multimídias”, disse Richa.

NOVAS TECNOLOGIAS – O Escola Conectada visa potencializar a utilização de recursos tecnológicos nos estabelecimentos de ensino da rede pública do Estado, com o objetivo de renovar e ampliar o parque tecnológico das instituições de ensino. Os profissionais da educação participarão de formações para dinamizar e tornar eficiente o uso da tecnologia educacional no processo de ensino aprendizagem.

O programa, executado pelo Instituto Fundepar em parceria com a Celepar e a Copel Telecom, foi dividido em três fases. Nesta primeira, 700 escolas vão receber novos computadores, notebooks, impressoras, projetores multimídia, laboratórios móveis e rede de internet sem fio. Elas também passarão por melhorias da infraestrutura lógica e elétrica, formatação interativa e implantação de plataforma educacional.

A secretária estadual da Educação, Ana Seres, afirmou que a Escola Conectada se soma a outras tecnologias adotadas nas escolas da rede pública. “Até 2015, tínhamos 16 escolas com o registro de classe online, hoje são 1.440 colégios com esta tecnologia. Isso exige melhores equipamentos e uma velocidade maior de internet para que tecnologias como esta se consolidem”, disse.

CRONOGRAMA – A instalação dos equipamentos vai obedecer um cronograma individual, que segue até o mês de outubro. A partir daí, começa a segunda fase do programa, com mais 700 escolas, priorizando os colégios rurais. Assim que encerrar a segunda etapa, se inicia a terceira, totalizando as 2,1 mil escolas da rede pública estadual.

“Cada diretor saiu do evento com um notebook. Já mesmo em março iremos alocar recursos nas escolas para que elas possam fazer o cabeamento lógico para melhorar sua estrutura, e em abril elas começam a receber os computadores”, disse o diretor-presidente da Fundepar, Sérgio Brun. “Até outubro pretendemos concluir a primeira etapa com a entrega das redes de Wi-Fi e as impressoras que estão sendo compradas”, acrescentou.

O investimento em cada escola varia de R$ 140 mil a R$ 420 mil, dependendo do número de salas de aula. Também será destinada uma cota especial do Fundo Rotativo para melhoria da rede lógica das instituições. Os recursos, que variam de R$ 12 mil a R$ 15 mil, serão depositados nas contas das escolas em março.

ESCOLA 1000 – O programa foi lançado em setembro de 2016, destinando R$ 100 mil a mil colégios estaduais para a execução de obras de reparo e melhorias, totalizando R$ 100 milhões de investimento. Foram 17 meses até a conclusão e quase 59 obras executadas simultaneamente a cada mês.

Os recursos foram depositados diretamente nas contas das escolas, que decidiu junto com os pais e a comunidade escolar quais seriam as obras prioritárias. Coube também à comunidade o papel de fiscalizar a qualidade da execução. “A participação de todos foi fundamental, tanto pela escolha da intervenção que foi feita quanto pela transparência e controle da aplicação do dinheiro”, afirmou o chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni.

“Isso garantiu o sucesso de um programa tão amplo e complexo como este. Entre as mil escolas, apenas uma teve problema nas obras. Os pedreiros esqueceram de instalar uma tomada, mas logo foram advertidos pela direção da escola”, ressaltou Rossoni.

 

BOX

DIRETORES DESTACAM IMPORTÂNCIA DA INFORMATIZAÇÃO DAS ESCOLAS

Os alunos do Colégio Estadual Nilson Ribas, de Jaguapitã, no Norte do Estado, estão ansiosos com a instalação nos novos equipamentos. “O Escola Conectada vai trazer muitos benefícios para os nossos alunos e para a comunidade escolar. Poderemos oferecer aulas melhores com estas tecnologias e podemos dizer que entramos de vez no século XXI”, afirmou a diretora Jucilene Sabc.

Para Rogério Ribeiro, diretor do Colégio Estadual 11 de Abril, de Itapejara, o programa atende a uma necessidade das escolas. “Os equipamentos serão bem utilizados pela comunidade, principalmente pelos professores e alunos”, disse. “Os equipamentos que tínhamos na escola estavam defasados, mas agora vão melhorar”, afirmou.

Julina Soares de Oliveira, diretora do Colégio Estadual Santa Tereza do Oeste, do mesmo município, também destacou a importância do programa. “Nossa escola ficou muito contente em ser contemplada e a expectativa é muito grande. Estas tecnologias são necessárias para melhorar a educação”, disse.

Os recursos para a área social serão da Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social e devem ser aplicados ao longo deste ano em todo o Paraná. Segundo a secretária da pasta, Fernanda Richa, para atividades de garantia de direitos e promoção da cidadania de pessoas idosas, com deficiência, mulheres, crianças e adolescentes são R$ 101,8 milhões, que já começaram a ser pagos, e há editais abertos para organizações da sociedade civil que atendem esses públicos. Outros R$ 23,1 milhões serão investidos em equipamentos e veículos e R$ 19 milhões na construção de 31 sedes dos conselhos tutelares

PRESENÇAS - Participaram da solenidade a vice-governadora Cida Borghetti; os secretários de Estado da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa; da Infraestrutura e Logística, José Richa Filho; da Fazenda, Mauro Ricardo Costa; da Cultura, João Luiz Fiani; da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Júlio Reis; da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Artagão Junior; do Desenvolvimento Urbano, João Carlos Ortega; da Comunicação Social, Deonilson Roldo; de Assuntos Estratégicos, Edgar Bueno; e do Cerimonial e Relações Internacionais, Ezequias Moreira; o chefe da Casa Militar, coronel Élio Manoel; os presidentes da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano; da Copel Telecom, Adir Hannouche; da Celepar, Jacson Carvalho Leite; da Sanepar, Mounir Chaowiche; da Comec, Omar Akel; da Junta Comercial do Paraná, Ardisson Akel; da Associação dos Municípios do Paraná, Marcel Micheletto; da Associação Comercial do Paraná, Gláucio Geara; o comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Maurício Tortato; o procurador-geral do Estado, Paulo Rosso; o defensor público-geral do Estado, Eduardo Abraão; e os deputados estaduais Luiz Claudio Romanelli, Guto Silva, Alexandre Curi, Tiago Amaral, Nelson Justus, Alexandre Guimarães, Tião Medeiros, Francisco Bührer, Pedro Lupion, Cláudia Pereira, André Bueno, Cristina Silvestri, Evandro Junior, José Carlos Schiavinato, Marcio Paulik, Paulo Litro, Plauto Miró, Cobra Repórter, Stephanes Junior, Adelino Ribeiro, Vilmar Reichenbach, Rubens Recalcati, Élio Rush, Maria Victória Barros, Luiz Carlos Martins e Mara Lima.

 

Fonte: Assessoria com Informações da Agência Estadual de Notícias

 
 
 Galeria de Fotos
APAE E COLÉGIO MIGUEL DIAS ASSINAM CONVÊNIO PARA INVESTIMENTOS EM ESTRUTURA E MODERNIZAÇÃO APAE E COLÉGIO MIGUEL DIAS ASSINAM CONVÊNIO PARA INVESTIMENTOS EM ESTRUTURA E MODERNIZAÇÃO
 
 
 Outras Notícias
VER TODAS
 

Horário de Atendimento: das 7h30 as 11h30 e das 13h as 17h

Rua Miguel Dias, 226 - Centro - 86455-000 - JOAQUIM TAVORA - Paraná

43-3559-1122  portaltransparencia@joaquimtavora.pr.gov.br